Puros & Vinhos

segunda-feira, abril 21, 2008

Á mesa com Dom Alejandro Robaina

No dia 17 de abril de 2008 foi feito um jantar organizado pela Empor- Casa havaneza, no qual o grupo Puros & Vinhos teve a honra de ser convidado.

O jantar teve lugar no restaurante “A kottada” no carregado, que disponibilizou uma sala onde se podia degustar o Puro sem incomodar as restantes pessoas.

O repasto esteve ao mais altíssimo nível, de entrada foi servido uns ovos mexidos com espargos selvagens juntamente com presunto pata negra e queijo Manchego.

Como iguaria principal foi servido um “Cabritinho de Alenquer” que estava simplesmente divinal, mostrando o elevado padrão qualitativo da sua cozinha. A sua garrafeira é cuidada, tendo na sua lista as principais referências do mercado nacional e espanhol, com preços ajustados.

Os vinhos que escolhemos para degustar durante o repasto foram os seguintes:


Companhia da Lezírias “Patriarcal” 2004 (Ribatejo) - Cor vermelha concentrada. Aromas com a presença pouco discreta da baunilha da madeira, aromas doces a fruta vermelha e algum vegetal.
Muito especiado na boca, apresenta taninos fortes e acidez firme. Este vinho, é feito num estilo moderno, fácil de beber, sem defeitos. Tem um final médio, ou seja um vinho sem pretensões a altos voos. Nota:15


Meandro 2005 (Douro) - Emana cereja e ginga, num estilo profundo, cheio de força, no limite da concentração aprazível. A baunilha e as especiarias cobrem aromas a fruta, naquela que tem sido uma associação de sucesso no panorama internacional. O carvalho, de notas tostadas, revela uma integração perfeita, conferindo consistência e complexidade. O conjunto é avivado por uma frescura indispensável, sóbria, que não retira protagonismo ao fruto. Um ramo de violetas surge, por vezes, para desafiar a nossa imaginação, num conjunto que conseguiu um equilíbrio notável da fruta. Faz lembrar um congénere de Ribera del Duero. Na boca, sabores frescos a fruta, de concentração equilibrada, percorrem as paredes do palato de forma gulosa e distinta. Os taninos, envolvidos nesta estrutura, colam-se às paredes do palato, conferindo profundidade e longa persistência de sabores a cereja, ginga e leve madeira. A acidez enaltece o conjunto, acabando por polir um final de boca distinto, equilibrado e sedoso. Tal como no nariz, a prova de boca consegue um equilíbrio notável da fruta.Nota:16

Chocapalha Reserva 2005 (Estremadura) - Nariz bem frutado, o que primeiro surpreende é o perfume que emana do copo, um aroma subtil e delicado de flores campestres que evoca um prado verdejante, coberto de flores primaveris. Vem de seguida a fruta muito bem composta, bem arranjada, muito aprumada, mirtilos, cereja, framboesa, e muito licor de ginga. Sempre num registo sóbrio, sem exageros, percebe-se a bondade e o afinamento da madeira, o óleo de cedro e as leves notas de tabaco finais.
Se o nariz é todo ele delicado, a boca já nos surge mais masculina, mais decidida, com uma acidez mordaz e taninos rijos, viçosos, duros, embora simultaneamente bem integrados e bem-educados. A dicotomia de personalidade entre nariz e boca é quase patológica, um duelo engraçado entre a "bela e o monstro", que tal como no file homónimo, também aqui tem um final feliz. Fim de boca longo, duradouro pela acidez e pelos taninos, ainda precisa de afinar em garrafa, devendo melhorar nos próximos anos. Nota:17

No final do repasto a Empor-Casa Havaneza , presenteou-nos com uns Puros. Os Charutos escolhidos foram o Vegas Robaina Familiares, uma corona com sabor médio forte que emanava um aroma a café torrado, com excelente tiro e que queimou na perfeição até ao final do evento.

Durante a degustação do Puro estivemos a dialogar com os responsáveis da Empor presentes, sobre o Puro que estávamos a degustar.

A razão de terem escolhido este charuto foi o facto de em 2008, ir ser lançado pela primeira vez em Portugal uma edição regional, ou seja um charuto elaborado somente para o mercado português.
O charuto em causa é o Vegas Robaina Petit Robusto e
segundo nos foi confidenciado e irá para o mercado para meados de Setembro. Foi escolhida esta vi tola por ser aquela que mais aceitação tem tido em Portugal.

Os tabacos dos Charutos Vegas Robaina são provenientes de San Luis de Pinar del Rio que têm uma alta qualidade, mas normalmente são muito fortes. A Vegas Robaina tem feito um árduo trabalho para criar um charuto com um paladar médio utilizando este excelente tabaco. A capa tem origem também em Pinar del Rio, que tem influência no aroma que o charuto emana.
O tabaco para os Puros Vegas Robaina sofre maturação durante 1 ano antes de irem para os torcedores. As plantações em san Luis em Pinar del Rio são controlados 4 vezes ao ano para verificar o nível de amónio, porque a Vegas Robaina não cultiva tabaco com alto nível de amónio.

Para acabar deixo aqui uma resposta a uma pergunta feita a Don Alejandro Robaina em 1998, sobre quando era a altura que gostava mais de degustar o Puro: - Quando estou com os meus melhores amigos ou com 3 ou 4 grandes apreciadores de charutos.

Faço destas palavras de Dom Alejandro as minhas.

PS: Deixo aqui o agradecimento á Empor - Casa Havaneza pelo convite, e ao "senor" Fernando do restaurante "A Kottada" pela disponibilidade e simpatia.

purosevinhos@gmail.com

2 Comments:

Blogger PAULO SOUSA said...

Mais um grande texto do nosso Presidente,depois disso á realmente pouco a dizer.
Um grande cabrito,uma grande refeição,um bom charuto,excelente companhia,grande simpatia do Sr Fernando,apenas um senão,os copos...


Um abraço a todos os que tiveram presentes,e muito obrigado á Empor,por nos ter proporcionado este agradavél encontro.

9:59 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Um jantar muito agradavel,em primeiro lugar pela companhia que proporcionou um jantar tranquilo, sem pressas, com um cabritinho que estava muito saboroso, vinhos agradaveis em que a minha preferência foi para o Chocapalha Reserva duma região que conheço mt pouco mas que me agradou deveras!
Um bom charuto do qual retive o bom tiro.
Agradeço igualmente à Empor-Casa Havaneza a delicadeza de nos convidarem para este, pequeno mas simpatiquissímo evento.
Um abraço a todos os presentes

9:02 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

<