Puros & Vinhos

terça-feira, outubro 12, 2010

3ª Prova á Quinta

Devido a compromissos profissionais e pessoais, este blog esteve parado bastante tempo. Embora os confrades não tivessem deixado de provar vinhos, os mesmos (confrades) não ajudaram a que o blog se mantivesse activo.

Deixo aqui as notas de prova do último encontro á quinta realizado pelo grupo:

Soalheiro Primeiras Vinhas 2009 Br (Região dos vinhos verdes)Aroma límpido e fresco muito contido. Boca redonda, rechonchuda, mas "cortada" e animada por uma acidez segura que o envolve e embrulha. Mostra-se delicado, civil, polido e primoroso, sendo astuto e perspicaz nos detalhes. Apesar da acidez e mineralidade evidente, adivinha-se uma certa gordura nas profundezas do palato que o torna exótico e original. Finalmente, descobrem-se a pêra e tangerina no paladar, num final em crescendo e evidente progressão. Preço: 12,90€; Média final: 16,70

Casa do Valle Grande Escolha 2009 Br (região dos Vinhos verdes) – Cor amarelo limão. Nariz um pouco mudo, pouco comunicativo, por enquanto não nos quer contar muito sobre si nem revelar os seus pensamentos mais íntimos. Isso não impede que se consiga detectar a presença agradável da ameixa amarela, do limão e da lima, bem como o aroma tão característico da flor de laranjeira. Sentem-se alguns aromas vegetais ainda "verdes", umas notas herbáceas que por não serem exageradas lhe conferem alguma frescura e irreverência. Acidez viva e equilibrada, volta a apresentar-se vegetal na boca. Final médio, intensidade generosa, seco, não esconde a sua queda para o alperce seco e para a ameixa. É um branco fresco e refrescante, um vinho muito honesto que não deixa ninguém ficar mal. É além disso um bom branco para o Verão, para a esplanada e para acompanhar peixe. Preço: 9€; Média final: 15

Julia Kemper 2008 Br (Dão)Mal desperta do curto cativeiro em botelha, este vinho alegra-nos com inebriantes aromas florais, uma lufada inicial de flores silvestres que em menos de 10 minutos evolui para a pêra cozida, o medronho e os citrinos. E claro, como não podia deixar de ser, despontam as fortes sensações minerais. Boca extremamente suave, muito leve e harmoniosa, é um modelo de suavidade, finura, elegância, um vinho muito feminino, terno, deleitoso, quase cândido. Claro que bebê-lo agora é puro infanticídio, mas ao mesmo tempo é uma alegria poder provar um vinho tão generoso nos aromas. Tem uma excelente RQP. Preço:9€; Média Final: 16,70

Syrah de La Chevaliére 2007 Tn (França) – Granada baço com média concentração e apontamentos violáceos no bordo. Início pouco expressivo com um aroma difuso a mostrar lenho, notas vegetais pouco pronunciadas, algum rebuçado de morango e uma vaga sensação a madeira húmida. Só com o arejamento as coisas mudam de figura: sobressai a fruta vermelha -morango, framboesa e groselha-, discreta violeta, apontamento terroso, vinco tostado e pontas adoçicadas que lhe dão um toque caramelizado. Macio, embora modesto no corpo, com a acidez a proporcionar um ataque redondo e relativamente fresco. Sem desequilíbrios, mas muito linear no palato, acusando alguma diluição de sabores e com a marca do lenho a envolver o fruto. Despede-se com correcção, deixando a marca de um tanino miúdo a envolver as notas de framboesa. Tudo certinho, arranjadinho e muito compostinho. E, contas feitas, não será completamente descabido falar em delicadeza porque o vinho arrasta consigo uma óbvia "costela" feminina. Pena a vulgaridade da estrutura, não se descortinando forma de lhe prolongar a vida em garrafa. Média Final: 15,20

Casa da Urra 2008 Tn (Alentejo) A pureza e sensualidade da fruta alentejana estão dentro do copo, vincadas pela personalidade da ameixa. As especiarias surgem por detrás deixando rasto a baunilha e noz moscada, de agradável perfil, tudo avivado por uma frescura notável, equilibrada. Na boca mostra raça, estrutura, equilíbrio respeitável. Termina longo, fresco, vivo, com persistência de sabores a madeira, fruta e especiarias. Os taninos polidos, domesticados, cooperam com a acidez dando profundidade ao corpo no final de boca. Um conjunto imediato, apetecível, muito alentejano nos sabores.Preço:12€ Média Final: 16,50

Quinta dos Avidagos Grande Reserva 2007 Tn (Douro) - A cor deste tinto é no mínimo impressionante, absolutamente opaca, um granada tão cerrado que a luz nem consegue penetrar. Depois vem o aroma, um aroma denso, viscoso, profundo, enorme, cheio, um colosso que intimida e quase atordoa. Potente, revela de imediato a fruta madura e generosa, as notas fumadas, os toques de alcatrão, tudo escuro e concentrado. Boca composta, acidez firme embora pouco assertiva, taninos duros, carácter mineral, estrutura mediana, não cai nos excessos de maturação, mas conviveria melhor com um acréscimo de acidez. Vejamos como evolui. Preço: 31€; Média Final: 17,40

Quinta do Carmo Reserva 2005 Tn (Alentejo) - Nariz com fruto preto, especiarias, baunilha e carvalho, indicando que a madeira marca um pouco o aroma. Na boca, a sua espessura é evidente, conferindo-lhe um carácter encorpado. A acidez não evita que, ao longo da prova, o vinho se torne ligeiramente pesado, não conseguindo equilibrar bem a concentração de sabores a fruta, madeira e couro. A envolvência aromática ressente-se e é moderada. O pós-boca é longo, ajudado por taninos abundantes e bem misturados na fruta. Média final: 15,20

Casillero del Diablo Cabernet sauvignon 2008 Reserve Tn (Chile)Inicialmente o nariz evidencia aromas típicos de um Cabernet Sauvignon oriundo de climas frios devido ao seu carácter herbáceo. Mas a evolução de copo revela também muita fruta, especiarias e uma frescura apetecível. Ligeira doçura floral. Na boca o vinho é fresco e envolvente. A concentração é moderada mas saborosa com muita fruta. Os taninos estão envolvidos no corpo conferindo-lhe estrutura média, num conjunto elegante. Termina longo e suave. Preço: 16€; Média Final: 16,5

CavaloMaluco 2006 Tn (Sado) - Cor vermelho granada, com bordo vermelho carnudo. Aroma fino, com provas flagrantes de madeira de boa qualidade, sem exageros, com peso e medida. Nariz com notas canforadas e fruta, fruta vermelha e preta, com primazia para as amoras, groselhas, ameixas e um pouco de cassis. Todo o aroma aponta para a frescura, para um leve indicativo vegetal, sem agressividade e com uma indicação de chocolate no final. Redonda e cheia, a boca apresenta-se num crescendo de força que culmina num final algo explosivo, possante, expansivo, embora sem mostrar sintomas de violência gratuita. Todo o percurso deste vinho na boca é sedoso, macio, franco, sem indícios de agressividade ou asperezas grosseiras. Final de boca possante, com um crescimento surpreendente pela potência e intensidade. Média Final: 17,20

Nota 1: Espero que os confrades enviem notas de prova para o blog, porque devemos manter este espaço actualizado.

Nota 2: Espero datas, locais e vinhos que devemos provar no inicio (6 ou 7) de Novembro, para o 7º aniversário dos puros & Vinhos.


purosevinhos@gmail.com

28 Comments:

Blogger Chalana said...

É com bastante agrado e saudade que revejo o nosso blog reactivo...

Grande lote e grande prova.

Sugestão de dia - 07 de Nov

Vinhos:

- BLOG 2008
- ÁZEO BRANCO RESERVA 2008
- QTA CASA AMARELA GRANDE RESERVA - MAGNUM 2008 (consigo)
- POEIRA 2007
- Tonel 3-4 2005

Um abraço a todos!!!

5:36 da tarde  
Blogger Rui Lourenço Pereira said...

Já me tinham perguntado no meu blog onde andavam vocês. Missing in action MDCXXII!!!
Estou aver que começaram bem e vão continuar melhor.

10:14 da manhã  
Blogger Presidente said...

O Lote de vinhos poderia ser escolhido entre as seguintes escolhas:
Brancos(escolher 1):
Guru 2009
Azeo Reserva 2008

Tintos(escolher 3):
Clos Mogador 2007
Batuta 2007
Vale Meão 2007
QTA CASA AMARELA GRANDE RESERVA - MAGNUM 2008
Poeira 2007
Blog 2008
Marquês de Borba reserva 2007
Tonel 3-4 2005

depois para o final um vintage 2007

podem acrescentar mais alguns nomes á lista

Nota: Rui, obrigado pela força. espero que os outros confrades contribuem

12:57 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Um abraço a todos os confrades e benvindos.
Para o nosso jantar a minha escolha vai recair em :

Ázeo Reserva 2008 - Branco
Tonel 3-4
Vale Meão
Batuta

A minha preferência vai para o jantar de dia 7, Domingo. Isso é que era bom para mim.

Um grande abraço ao nosso Presidente que não deixa de ser o motor do nosso blog !

9:15 da tarde  
Anonymous Bernardo said...

É com muita satisfação que assisto ao regresso dos Puros & Vinhos ao activo.

Obrigado Sr. Presidente...!

Sem querer lançar mais confusão, permitam-me apenas acrescentar mais alguns nomes:

Brancos:
Muros de Melgaço 2009
Four CC 2009

Tintos:
CV 2008/7
Terrenus Res. 2008/7
Quinta do Mouro (Rótulo Dourado) 2006

Para os Vintage:
Fonseca 2007
Down´s 2007 (mas acho que está a preços proibitivos)
Taylors 2007

Já agora, para quando um verdadeiro IceWine para um destes jantares?

A verdade é que não podemos lançar os toiros todos pois um mês depois teremos o jantar de Natal, certo?

Para a semana envio a minha votação final para o jantar de Aniversário.

Abraço a todos.

Bernardo M.

1:17 da tarde  
Blogger Presidente said...

O Four CCC Branco está reservado para o natal, a botija custa cerca de 64€

Se arranjares mais barato diz onde, e fica desde já adjudicado

Um abraço

1:39 da tarde  
Anonymous Bernardo said...

Sr. Presidente,

Confesso que não fazia a mínima ideia do preço da botija... sem comentários (liguei para a loja da quinta do encontro e lá vendem a 67€... e já só têm 4 garrafas!).

Não queria aqui ferir nenhuma susceptibilidade influenciando o preço médio dos vinhos de forma tão significava, ainda mais para um branco!

Nos tintos, esqueci-me de referir também o Abandonado (não tenho a certeza se já está no mercado a última colheita deste vinho).

Abraço.

3:35 da tarde  
Blogger PAULO SOUSA said...

Boa noite,

Tonel 3/4 2005, Vale Meão 2007 e J,Ruinart(botija de 1,5l) e tá tudo bem.
Prometo também contribuir, com alguns textos contra a crise...

10:07 da tarde  
Blogger PAULO SOUSA said...

Um abraço a todos!!!!

10:08 da tarde  
Anonymous Bernardo said...

Boas,

Aqui vai o meu voto:

Guru 2009
Tonel 3-4 2005
Vale Meão 2007
Batuta 2007
Fonseca 2007

Abraço,

BM

12:23 da tarde  
Anonymous Bernardo said...

Já temos dia confirmado para o jantar?

E uma prova à Quinta não está no horizonte?

Abraço a todos.

BM

12:16 da tarde  
Blogger Presidente said...

Em principio será jantar no domingo dia 8 de Novembro no hotel leziria (espero confirmação)
Quanto aos vinhos:

Guru 2009 24,86€/B
Batuta 2007 59,9€/B
Tonel 3-4 2005 62€/B
Vale Meão 2007 esgotou-se
Taylor's vintage 2007 60€/B

querem substituir o Vale Meão, ou compra-se uma Ruinart 1,5 em vez do vale Meão. e o Chalana oferece a magnum da Quinta da casa amarela grande reserva 2008

Não é descabido

5:34 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Sr. Presidente,
é jantar no Domingo, dia 7 de Novembro, certo ?

E não é descabido, não senhor...

Um abraço a todos !

10:11 da tarde  
Blogger Presidente said...

Sim Sr. Mário domingo dia 7

10:20 da manhã  
Blogger Mario Joao said...

Sr. Presidente, uma coisa é uma coisa , outra coisa é outra coisa !
São diferentes...

Abraço e já estou na expectativa de mais um jantar memorável....

10:29 da manhã  
Anonymous Bernardo said...

Parece-me perfeito.

Agora é só esperar que o tal dia chegue depressa para mais um jantar que o próprio Baco não quereria faltar!

Abraço a todos.

BM

11:31 da manhã  
Blogger Chalana said...

Faltam 16 dias....

PS - Qual a diferença entre consigo e oferece? Nos Puros n existe...

Um abraço a todos!!!

1:14 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Amigo Chalana.... isso já é querer complicar ! ... :-)))

Tenho na minha posse, oferta do produtor Quinta das Gordas - Penafiel, 2 garrafas D. Raquel, da nova colheita de VV ( Trajadura ) que, e em face da excelência dolote de provadores que o próximo jantar vai proporcionar, poderia ser uma boa altura para efectuar a nossa prova deste vinho . Que o produto OFERECE....


Por essa razão, e caso o Sr. Presidente o consinta, poderia levar as tais duas ditas garrafas.

Um abraço a todos os confrade puristas.

4:06 da tarde  
Anonymous Antonio Amaro said...

Boa noite ilustres Puristas

Também eu saudo o ressuscitar do blog...
Quero também confirmar a minha presença no jantar do dia 07 Novembro.

Quanto aos vinhos trocar Vale Meão Por Ruinart não me parece bem. Parece-me bem o Ruinart que já é uma tradição, e caso já não se consiga arranjar o Vale Meão pelo menos outro tinto.

Abraços

7:53 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Viva amigos Puristas.
Tem eu saúdo o regresso á blogoesfera.

Os meus votos vão para

Azeo Reserva 2008

Batuta 2007
Vale Meão 2007
Poeira 2007

Quanto á troca do Vale Meão partilho da opinião do nosso ilustre confrade Malé.

Um abraço a todos.

1:09 da manhã  
Blogger PAULO SOUSA said...

Boa noite,

este anónimo tem nome?

9:50 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Apoiado Sr. Sousa.
Será António Anónimo ? Luis Anónimo ? Carlos Anónimo ? Manuel Anónimo ?
Exigimos saber !!!!

11:55 da tarde  
Blogger Presidente said...

A coisa compos-se, consegui arranjar todos os vinhos escolhidos a um preço bom. Então serão servidos no jantar do 7º aniversário os seguintes vinhos:
Brancos:
2 grf Guru 2009
2 grf D.Raquel VV (Obrigado Mário)

Tintos:
2 grf Mouchão tonel 3-4 2005
2 grf vale Meão 2007
2 grf Batuta 2007

Vintage
1 grf Fonsecas 2007

Este lote custou 455€

Confrades confirmados: Luis Diniz; Paulo Sousa; Chaparro; Malé; Rogério; Chalana; Bernardo; Velho; Mário João

Ps: Acabei de comprar na garrafeira nacional um vinho cheio de medalhas coladas (IWC) a 23,5€.
Ao menos este não foi muito inflacionado por causa das medalhas. TRIBUTO 2008

3:15 da tarde  
Blogger Chalana said...

O Casa Amarela passa a sobrero?

3:42 da tarde  
Anonymous Rogério said...

Espero que desta vez o meu nome sai correctamente e não "Anónimamente".
É por isto que eu prefiro o face, é + fácil e imediato. Talvez por ser um rapaz "jovê". Rogério

12:29 da manhã  
Anonymous Rogério said...

Exmo Presidente.Será possível antecipar o Jantar de domingo para o almoço do mesmo dia. è que para os "emigrantes" dava muito jeito. è que o day after é de trabalho. Muito Obrigado

6:54 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

O amigo Anónimo já devia ter feito essas contas com algum tempo... também eu sou emigrante também eu tenho um day after... mas no Domingo ao almoço já não posso eu....
Abraço a todos...

8:15 da tarde  
Anonymous Rogério said...

Peço desculpa pela minha distracção, mas como o ultimo (jantar) foi almoço e pareceu-me que tinha sido melhor para todos pois permitia-nos beber e fumar sem pensar em horários ou balões policiais.Quando recebi o sms (e por ser domingo)associei ao almoço daí só agora pedir a antecipação.
(...Coisas de 2ª...).

11:31 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

<