Puros & Vinhos

sexta-feira, setembro 12, 2008

8ª PROVA Á QUINTA


Casa do Alegrete 2005 Alentejo - Nariz com fruto preto, especiarias, baunilha e carvalho, indicando que a madeira marca um pouco o aroma. Na boca, a sua espessura é evidente, conferindo-lhe um carácter encorpado. A acidez não evita que, ao longo da prova, o vinho se torne ligeiramente pesado, não conseguindo equilibrar bem a concentração de sabores a fruta, madeira e couro. A envolvência aromática ressente-se e é moderada. O pós-boca é longo, ajudado por taninos abundantes e bem misturados na fruta. Média: 14,9 Preço: 10 €


Los Vascos Cabernet Sauvignon Colchgua 2006 Chile - Inicialmente o nariz evidencia aromas típicos de um Cabernet Sauvignon oriundo de climas frios devido ao seu carácter herbáceo. Mas a evolução de copo revela também muita fruta, especiarias e uma frescura apetecível. Ligeira doçura floral.
Na boca o vinho é fresco e envolvente. A concentração é moderada mas saborosa com muita fruta. Os taninos estão envolvidos no corpo conferindo-lhe estrutura média, num conjunto elegante. Termina longo e suave. Um vinho muito agradável da gama baixa deste produtor. Média: 14,5 Preço: 8€

Aalto 2004 Ribera Del Duero/Espanha - Nariz intenso, denso, onde as sensações a compota de ameixa misturam-se com a fortaleza de uma madeira estruturante e complexa, que lhe confere componentes a café, chocolate, baunilha, fumo e tabaco. Apesar de presente, a madeira integra-se no conjunto de forma exemplar. A envolvência vegetal lembra eucalipto.
Na boca é suave, espesso nos sabores a fruta que marcam a evolução no palato. A acidez equilibra a progressão, revelando uns taninos estruturados, sedosos, mas ainda com leve marca da madeira de estágio. O final é longo, saboroso, elegante e apetecível. Média: 17,6€ Preço: 30€

Capela Mor Grande Escolha 2004 Douro - Nariz de tendência vegetal. Nuances florais, na companhia de lagar, surgem por detrás. Na boca é equilibrado, discreto, centrado nos sabores a fruta que nos conduzem para um final de boca moderado, composto no corpo, suave nos sabores. Média: 13,9 Preço: 11€



Herdade do Meio Garrafeira 2003 Alentejo - Aromas terrosos e ténues recordações de ervas secas. Acidez viva, boca leve e suave, é um vinho ao arrepio das tendências actuais. A fruta resume-se a passa, parecendo quando estamos a ouvir as doze badaladas de qualquer ano novo e a mastigar doze passas seguidas. O estilo é clássico elevado ao extremo... e no entanto o resultado final não é descabido e o vinho mostra ter personalidade. Para os apreciadores dos clássicos, de preferência a acompanhar uma refeição regional. Média: 15,9 Preço?

purosevinhos@gmail.com

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

<