Puros & Vinhos

terça-feira, novembro 04, 2008

JANTAR DO 5º ANIVERSÁRIO

Para comemorar o 5º aniversário dos Puros & Vinhos Convidamos para estar á mesa os seguinte vinhos: Nossa 2007; Doda 2005 (ou quinto Dado); La Firma 2005; Neo 2005; l'Autentica 2005 e o Quinta do Noval Colheita 1986.

Estavam presentes 16 provadores e os três vinhos tintos foram provados em prova cega. Deixo aqui as notas de prova assim como a média de pontuação obtido:

Nossa 2007 Br (Beiras/Portugal) - Côr amarelo palha a dominar o espectro.
O nariz sem apresentar fruta exótica ou algo parecido, privilegiando numa primeira fase as notas fumadas, para logo passar aos aromas citrinos, à lima verde, tangerina, clementina, acolitados por recordações vegetais muito frescas.
Boca untuosa, quase glicerinada, muito aveludada, é senhor de uma acidez cristalina, quase cortante, que, precisamente, lhe corta toda a gordura da boca. Espesso, encorpado, consegue reunir uma entrada em ténue doçura para passar a um final vibrante, seco e crocante. Final médio.
Enfim é um vinho feito para ser usufruido com uma boa refeição e não para ganhar provas.

Caracteristicas: região:Beiras; Castas: Encruzado e Bical; teor: 13º; Enólogo: Filipa pato

Média Final: 15.10

Doda 2005 ou Quinto Dado Tn (Douro-Dão/Portugal) -Boa concentração de cor. Tostados da madeira ainda a açambarcarem grande parte do aroma, embora este já se mostre intenso e rico, combinando ameixa, cereja e amora. Boca muito convincente: textura aveludada e sabores frutados a envolverem o palato. Muito boa extracção e uma acidez exemplarmente entrosada com a restante estrutura e a dar alma ao conjunto. Categórico no final, numa explosão de fruta envolta por uma estrutura de taninos maduros e muito suculentos. O Dão e o Douro num misto de modernidade e classicismo: Mais sumarento e mais guloso, mas sempre elegante e requintado. Belíssimo vinho.

Caracteristicas: região: Douro e Dão; castas: Touriga Franca, Touriga nacional, Tinta Roriz, Tinta Amarela e Tinto Cão; Teor: 14º; Enólogo: Dirk Niepoort e Álvaro Castro.

Média Final: 15,87

La Firma 2005 Tn (Basilicata/Itália) - É sempre reconfortante provar vinhos diferentes, vinhos que não se envergonham de recorrer a castas invulgares, vinhos com história, vinhos que falam do lugar onde nasceram e das pessoas que os criaram. E este é, sem dúvida, um vinho diferente, o aroma é dominado pelas fortes notas de acetona, cereja, chocolate, bosque, alfarroba, cedro, armário velho encerado, tabaco, um sem fim de aromas que desfilam perante o nosso nariz, aromas que nos obrigam a meditar.
Boca suave, quase discreta, quase sem se dar por ela, vai revelando os seus infinitos segredos de forma suave e progressiva. Viril mas suave, musculado mas pleno de flexibilidade, taninoso mas delicado, volumoso mas fino, é um vinho que termina longo e duradouro no palato. É fácil passar ao lado de um vinho destes, mas não se deixe enganar, temos mesmo um belo vinho a ser descoberto.


Caracteristicas: Região: Basilicata; Castas: Aglianico del Vulture; Teor: 14,5º ; Enólogo: Luigi Moio

Média Final: 16,10

Neo 2005 Tn (Ribera del duero/Espanha) - Nariz intenso, denso, onde as sensações a compota de ameixa misturam-se com a fortaleza de uma madeira estruturante e complexa, que lhe confere componentes a café, chocolate, baunilha, fumo e tabaco. Apesar de presente, a madeira integra-se no conjunto de forma exemplar. A envolvência vegetal lembra eucalipto.
Na boca
é suave, espesso nos sabores a fruta que marcam a evolução no palato. A acidez equilibra a progressão, revelando uns taninos estruturados, sedosos. O final é longo, saboroso, elegante e apetecível. Eu gostei muito.

Caracteristicas: Região: Ribera del Duero; Castas: Tempranillo; Teor: 14º; Enólogo: javier Ajenjo, julio Conde e José luis Simon

Média Final: 17.30

L'Auntentica 2005 Sobremesa (Basilicata/Itália) - Ampla gama de tonalidades onde se incluem castanhos, mel, acobreados e muitos esverdeados no bordo. Grande envergadura aromática combinando caramelo, café, mel, bolo inglês com a amêndoa. Não menos impressionante na boca. Mostra-se com uma finura incrível com as notas meladas a tostadas a saltar literalmente de uma textura suavemente untuosa. Uma acidez absolutamente incrível em sintonia perfeita com o corpo e os sabores do vinho. E depois um final interminável impregnado de notas meladas e tostadas que a acidez desdobra em camadas sucessivas. Um vinho que se cola literalmente às mucosas, prolongando indefinidamente aromas e sabores.

Caracteristicas: Região: Basilicata, Castas: 70% Moscatel del Vulture e 30% Malvasia del Vulture, teor:14º, Enólogo: Luigi Moio

Média final: 17.58

Quinta do Noval Colheita de 1986 Porto ( Douro/Portugal) - Com 21 anos de lindíssima cor ambarina, um tom acobreado que surpreende pela intensidade e concentração. Massa de pão adornada por pinhões e amêndoas, são as primeiras sensações que saltam ao nariz, logo seguidas de notas de fermento, tabaco seco e especiarias, sobretudo cardamomo. Descobre-se ainda algum caramelo, e por momentos fica-se com uma sensação de fumeiro, sensação que com o tempo se desvanece. Glicerinado, quase viscoso, os frutos secos marcam indelevelmente a boca, acrescentando dimensão e complexidade, e envolvendo-o num elegante manto sedoso. Bom final, carrego de intensidade.

Caracteristicas: Região: Douro; Castas: Predomina a Touriga nacional, Tinta Roriz e Touriga Francesa. teor: 20,4º

Média Final: 16.33












O repasto estava sensacional, tendo contado com a dedicação o profissionalismo e a criatividade da Angela, Manel e do chef Henrique Louro do Restaurante Club em Vila Franca de Xira.

Parabéns a Nós Todos.






purosevinhos@gmail.com

47 Comments:

Blogger Mario Joao said...

Mais uma excelente organização do nosso Presidente. Acerca dos vinhos creio que as pontuações médias colocam os vinhos provados nos seus devidos lugares.
No NOSSA branco gostei dos aromas mas achei-o com alguma acidez e de boca mediano. Gostei do DODA e do NEO. No final acabei por dar mais meio ponto ao NEO pela evolução no copo mas hoje daria mais um ponto. Quanto ao italiano LA FIRMA achei-o o mais fraco dos tintos da noite mas também o vinho mais dificil.
Para mim o vencedor da noite foi o L'Autentica que brilhou. Excelente moscatel Italiano. Uma palavra de simpatia para o Club e para a sala em que pudémos saborear uns belos charutos , o que hoje em dia não é muito fácil.
E.... muitos anos de vida !!!!!

10:29 da tarde  
Anonymous Antonio Amaro said...

Mais um grande jantar de aniversário dos puros e vinhos!

Parabéns ao novo Club.
Os meus desejos de sucesso a toda a equipe.

Deixo a sugestão ao presidente de colocar na nota pessoal, em vez de um espaço para pontuação, pelo menos dois, para que se possa avaliar a evolução do vinho no copo.
No nosso jantar, o Neo porque muito fechado de ínicio, a ganhar pelo menos um ponto após algum tempo em copo e ao contrário o Doda que com a exposição ao ar e perdeu bastante da exuberancia aromática incial.
O La firma também me deixou "a sua marca", por ser um vinho diferente dos que estou habituado a beber.
O meu destaque vai para o L'autentique, um grande vinho com uma complexidade e delicadeza aromática, acima da média.

Parabéns aos Puros & Vinhos
e muitos e bons anos de vida!!!

10:03 da manhã  
Blogger Presidente said...

Agora temos de preparar o jantar de natal. O jantar de natal tem que ser sublime, por isso temos que começar a preparar.

Já temos data e local: 13/12/2008 no Restaurante Club em VFX

Como fui apelidado de Presidencialismo exacerbado nas escolhas dos vinhos para o jantar de aniversário. Vamos todos pôr uma lista de qual deveria ser o lote de vinhos para o jantar de natal.
Estas são as escolhas do presidente:

Ruinart Blan des Blacs

Prova cega de brancos:
Esporão Private Selection 2006
Redoma Reserva 2006

Prova cega de tintos:
Mouchão Tonel 3-4 2003
Vale Meão 2005 (95Pt R.Parker)
Clos Mogador 2005 (98 Pts r.Parker)
D'Aremberg 2004 (95+ Pts R.Parker)
( se for possível todos em Magnum)
Vintage
Niepoort 2005

Penso que é um bom lote de vinhos, mas neste caso os mais votados estarão presentes á nossa mesa dia 13/12/2008

2:46 da tarde  
Blogger Presidente said...

D'Aremberg Dead Arm 2004

2:48 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Presidente , Presidente ! As suas escolhas é que são exacerbadas e tendenciosas no bom gosto e por mim falo !
Começa logo com um champanhe de eleição e o meu preferido, um Blanc des Blancs que até parece o Perera : é dinheiro em caixa e garantia de uma boa faena !!!!
Depois, e com total desprezo, bate na mesa com dois brancos pesos pesados da qualidade : Redoma e Private Selection !Logo de seguida, não satisfeito, chuta com um Tonel 3-4 e um Vale Meão ! Para além disso já tinha ouvido falar deste Clos Mogador!!! Que se lixe, podem dizer que eu sou um Mário vai com as outras mas para mim esta selecção já ganhou !
Atrevo-me a fazer uma sugestão : e porque não trazer à mesa um outro branco de eleição e esquecer o Blanc des Blancs ! Assim fazia-se uma prova cega com 3 brancos !
Mas talvez seja melhor pedir um empréstimo ao BPN para pagar a conta dos vinhos !
Um abraço aos amigos puristas !

3:56 da tarde  
Anonymous Antonio Amaro said...

Ainda sobre o jantar...

Queria apenas dizer ao Vice...Presidente, volta que estás perdoado. È que sem a presença do Vice, parece que o Presidente fica um pouco mais inibido na escolha das vinhaças !!!
Não sei se é por solidariedade ou solidão...

Abraços

4:04 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Grande Malé ! Eu acho que são as duas coisas : eles no fundo são almas gémeas ! Farinha do mesmo saco, a cara e a coroa da mesma moeda !A competição entre eles é só para impressionarem a familia ! Ou seja NÓS!!!!! Só diferem clubisticamente.
Mas a presença do vice presidente só abrilhanta estes acontecimentos! E os comentários são tão doutos !!!! ;-)

4:11 da tarde  
Blogger Chalana said...

Boas,

E mais um grandioso jantar de aniversario dos Puros, belos vinhos e belos pratos..

Desde o seu inicio o Neo me impressionou, excelentes aromas, taninos equilibrados e finalllllllll. No copo evolui para os mais altos patamares, de longe o vencedor da noite (mais a Naval).

Para o jantar de Natal, tambem ouvi falar num tal de "duas mãos" que gostaria de provar.

Como n sou apreciador de Ruinart & Co, voto em mais um branco.

Será a prova OBAMA???

3 BRANCOS vs 3 TINTOS

No final vai haver "voltaretas"...

Um abraço a todos e muitos anos de vida.

4:21 da tarde  
Blogger Presidente said...

Posso dizer que a escolha dos vinhos par o jantar de aniversário obedeceu a dois critérios:
1-Vinhos do mesmo nivel de preço
2-Vinhos que tiveram boas apreciações da critica(Nossa-jacis;Doda-JPM, laFirma-Rui Falcão,Neo-robert parker)
Quanto ao Vice (Paulo Sousa) claro que com muita pena minha ele não pôde estar presente, e aquelas quezílias que existem quanto ao gosto de cada um são benéficas para o espirito.

Há uma coisa que ele tem que eu ainda não consigo, ele parece o Robert Parker português quando está numa prova. Quando diz mal ou bem de um vinho existe na mesa uma serie de seguidores.
Ou seja antes de dizerem alguma coisa esperam que ele fale, ou se dizem uma coisa e ele contradiz dizem: Realmente parece que este vinho não(é)assim tão bom.

Deve ser exactamente por esses comentários tão doutos, que eu também me revejo em alguns.

Um abraço Paulo Sousa. Espero que dia 13/12 possas estar presente.
Até porque esta minha escolha já foi discutida entre o presidente e o vice.

Quanto á troca do Champanhe por outro branco. Também estou de acordo.

E aminha escolha vai para: Conceito 2006 Br

4:50 da tarde  
Anonymous Antonio Amaro said...

Bom já que isto hoje está a 100 à hora, aqui deixo mais algunsa comentários.

Aproveitando a lista do Presidente, deixo aqui a minha sugestão.

(Ruinart Blan des Blacs)alternativa
Chardonay da Borgonha
nos próximos dias deixo sugestões concretas

Prova cega de brancos:
Esporão Private Selection 2006
Redoma Reserva 2006

Prova cega de tintos:
Cortes de Cima reserva 2004.
Vale Meão 2005 (95Pt R.Parker)
Clos Mogador 2005 (98 Pts r.Parker)
Montes Folly 2003, Shiraz Chile
Sobremesa
Porto Colheita Krohn 1964 (branco)
Vintage
Niepoort 2005

Eu forço a nota no Porto colheita.
É um excelente acompanhamento para uma sobremesa, ou mesma para uma entrada como a que tivemos no aniversário. Não tenho duvidas de que para uma entrada deste género este porto não tem rival em nenhum branco. Agora falta saber das restrições orçamentais.

5:09 da tarde  
Blogger Presidente said...

Esse colheita não conheço, mas deve ser uma boa escolha, voto nesse colheita.

Ouvi dizer que o colheita 30 anos da casa Santa Eufémia branco também é muito bom, mas o peço para uma garrafa de 500ml é de 42€.

Mas para este jantar não há orçamento.

para a minha escolha e se forem 16 ou 17, os vinhos ficam por 40€/provador + jantar.

5:22 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Caro Presidente, é por estas e por outras que eu , em provas ou jantares eu procuro "opinar" primeiro antes dos tais comentários doutos !!! Não por saber mais mas precisamente para tentar perceber se já estou numa fase mais avançada do que penso...
Mas o Presidente tem por vezes, uma atitude sobranceira em relação aos vinhos trazidos por outros confrades, quando não são do Presidente ou do vice presidente! E essa é que é essa....
Quanto ao jantar de Natal concordo em absoluto com a prova "obama" de 3 brancos contra 3 tintos! Aprovo inteiramente a entrada do Conceito branco e dou de barato o Porto Colheita branco, embora admita desde já que não sou apreciador de vinho do Porto Branco! Para mim ( ignaro nestas coisas) o Porto é como o Martini : tem que ser tinto!
Mas sendo uma colheita e vindo referenciado pelo confrade Malé, que também é douto nestas coisas dos vinhos, vamos lá experimentar!
Um abraço aos Parkers e aos Falcões do Puros & Vinhos!

5:38 da tarde  
Blogger PAULO SOUSA said...

Muito boa noite,antes demais gostaria de endereçar os meus sinceros parabéns ao Puros e Vinhos.
Aqui ficam as minhas(doutas) escolhas para o jantar de natal:

Acho que não devemos passar um jantar de natal sem champagne,mais que não seja para brindar a mais um ano que passou e a outro que ai vem.
Depois os brancos,esta proposta Redoma/Private,foi de minha iniciativa.
Quanto aos tintos:
Two Hands 2005
Cortes de Cima reserva 2004
Mouchão Tonél 3-4 2003
Abandonado 2005

E chega...

Paulo Sousa

11:00 da tarde  
Blogger PAULO SOUSA said...

Vamos pedir o apoio,á comissão nacional de eleições,para a contagem dos votos.
Ficou decidido que o jantar de natal é no Club?Vamos abandonar o hotel que tão bem nos tem recebido?

Paulo Sousa

11:03 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Fiquei com o bichinho da prova cega de três brancos ! Façam lá essa novidade nos nossos jantares !
Quanto ao champanhe e como na realidade, dez dias depois é Natal é como quiserem !
Eu gostei do Club, da simpatia da Angela e do Manel ! Fomos bem recebidos , sem dúvida nenhuma ! E o facto de podermos fumar na sala, cativa ! Mas em termos de "comida" em si temos comido melhor no hotel! E eu não gosto de ser mal agradecido com quem sempre nos recebeu e se disponibilizou para nos receber! Ah e bem mais barato ! Não disse nada antes porque não sei como está acozinha do hotel e quem lá está hoje.Isso deixo para quem mora em VFX.
Mas no sitio em que for marcado, lá estarei e sempre com imenso prazer e uma esperança renovada de aprender, sempre mais, com tão "doutos" comentários !
Por isso 3 brancos - Redoma, Private e Conceito- e 3 tintos ( Two Hands,Vale Meão e Clos Mogador ) em cega, o champanhe se quiserem e o Colheita Krohn que o Malé sugeriu para ver se mudo de opinião acerca dos Portos brancos.
E mai nada....

1:07 da manhã  
Blogger Presidente said...

Neste Momento com os votos do Presidente, vice, mário e malé, temos as seguintes escolhas:

Ruinart:1 (Eu prefiro outro branco, brindemos na mesma)

Brancos:
Private selection: 4
Redoma:4
Conceito:2
Borgonha:1

Tintos:
Vale Meão:3
Clos Mogador: 3
Cortes de cima:2
Mouchão:2
Two hands:2
Montes Folly:1
D'aremberg:1
Abandonado:1

Sobremesa
Krohn colheita 1964:3

Vintage/Puro:
Niepoort Vintage 2005:2

Chalana tens de submeter os nomes dos vinhos pretendidos para não haver confusão.

12:07 da tarde  
Blogger Chalana said...

Boas,

Xor Vice como está? O seu amigo Leo-Lemos estava nervoso no passado sábado, a sua ausencia fez-se notar quer ao nivel dos doutos vinicolas quer ao nivel dos doutos futebolisticos.

E vinhos:

Brancos:
Private selection: 4
Redoma:4
Conceito:2
Borgonha:1

Tintos:
Clos Mogador
Cortes
Two hands

Sobremesa
Krohn colheita

Vintage/Puro:
Niepoort Vintage

Acho q vou exprimentar um Puro, mas tem q ser light...

12:55 da tarde  
Blogger Chalana said...

Peço desculpa, mas os Brancos:

Private selection
Redoma
Conceito

NA

12:56 da tarde  
Blogger Presidente said...

Ponto de situação depois de Presidente, Vice, male,Mario e chalana Votarem:

Ruinart:1

Brancos:
Private selection: 5
Redoma:5
Conceito:3
Borgonha:1

Tintos:
Clos Mogador: 4
Vale Meão:3
Cortes de cima:3
Two hands:3
Mouchão:2
Montes Folly:1
D'aremberg:1
Abandonado:1

Sobremesa
Krohn colheita 1964:4

Vintage/Puro:
Niepoort Vintage 2005:3

Espero que outros votem, não sejam sempre os mesmos.

1:32 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

É verdade... a malta gosta de "amandar" umas bocas mas depois nickles ! Gostam de se sentar à mesa e já estar tudo feito e "amandar" uns bitaites !
Sr. Chalana veja se o puro , emsmo light, lhe cai mal como o champanhe....

4:21 da tarde  
Anonymous Antonio amaro said...

A verdade é que a democracia pura (não musculada) tem estas coisas. A malta começa a gostar de mandar uns bitaites e aí temos um blog mais animado do que o habitual.

Eu agora acho que está na altura do musculo. o Presidente deve deixar a sua vertente sorridente e Guterriana (vem de Guterres) e vestir a sua fatiota musculada e Socrática (vem de Sócrates) e decidir, mal ou bem mas decidir. Já deu hipótese às massas de de manifestarem (esta é uma vitória importante para o povo)e agora acabou o prazo.
Ficamos a aguardar a sua sábia decisão final.

Se ainda me for permitido eu só estou a achar muita diversidade de vinhos. Já uma vez num jantar bebemos cinco tintos e tinhamos chegado à conclusão que era muita variedade.
Para mim o formato ideal seriam dois brancos, três tintos, um vinho para sobremesa e um vintage (ou um bom Malte) para o charuto.
Embora o tenha proposto penso que devemos retirar o Krohn colheita já que é um bocado caro e parece não agradar a boa parte dos confrades.

Abraços purissimos

4:56 da tarde  
Blogger Presidente said...

Quanto á diversidade, tudo depende do numero de participantes. Nesse jantar em que houve 5 tintos só compareceram 11 provadores, e tinhamos adquirido vinho para 16.

Ainda por cima vinhos como:Termanthia,Vinha da Ponte, marias, etc.
Vinhos poderosissimos.

Agora se aparecerem as mesmas pessoas do ultimo jantar acrescentando o Vice, penso que poderá ser servido uma prova cega de 3 brancos + uma prova cega de 4 tintos, nem mais nem menos.

Essa ideia do whisky de malte é uma excelente escolha ou então um MORAND - WILLIAMINE Aguardente de Pera ou framboesa, que o Sr.Dr. Eduardo Barroso diz ser o melhor acompanhamento para o Puro.

5:14 da tarde  
Anonymous Antonio Amaro said...

O jantar a que eu me referia não foi esse. Com esses vinhos, quem se queixar que foi vinho a mais deve oferecer uma garrafinha para o próximo jantar.
Mas concordo contigo, em face do ultimo jantar e se forem apenas 2 garrafas (ou uma magnum para cada vinho) então estou plenamente de acordo em ter pelo menos 4 tintos.
Os três brancos também não me desagradam se tivermos um menu a condizer.

5:28 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Consoante as escolhas de cada um e após o apuramento dos sufrágios, modestamente sugiro que avancemos para a seguinte formula 1cha+3br+3tts+1prt+(CHRT)=GRANDE JANTARADA DE AMIGOS!
Mais do que 6 bichos em prova cega é muita faena.
É como nas touradas com os sobreros.....

5:35 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

O nosso amigo Malé está muito participativo e com comentários e alertas muito doutos !!!!
Um menu a condizer !!!!
Deveríamos ter em atenção a esses pormaiores. Não queremos quantidade em detrimento da qualidade, mas... convém não abusar !Só pão com azeite como entrada e pratos bem confeccionados mas mignons o vinho é capaz de subir por nós acima !
Pelo sim pelo não vou levar uns amendoins no bolso...! ;-))

5:41 da tarde  
Blogger Chalana said...

A expressão é um pouco infeliz...charuto light hmmmmm.

Tem tazão Sr. Mario, tb vou exprimentar um charuto mas pequeno...é q eu n gosto de champagne... ;)

Penso q hoje terá sido a sessão com mais volume do nosso P&V...

Que seja um sinal de TOIROS!!!!

6:07 da tarde  
Anonymous Bernardo said...

Boa tarde a todos,

Comecei a escrever este post ao início da tarde…

Em primeiro lugar muito obrigado pelo convite para participar no jantar do 5º Aniversário dos Puros e Vinhos. À terceira foi de vez…!

Quanto ao repasto nada a dizer, tudo bem confeccionado, de apurados sabores e apresentação irrepreensível mas deixem-me destacar a entrada do panado de queijo de Azeitão que estava divinal.
Quanto aos vinhos, parece-me que as votações médias vão de encontro às minhas votações (talvez tenha dado mais meio ponto a todos eles) com excepção do branco que confesso vai muito de encontro ao meu gosto pessoal. Gostei muito.

Quanto ao jantar de Natal, com esta constelação desculpem-me mas deixem-me também opinar sobre as possíveis escolhas. Aqui vai a minha selecção:

Agora que retomei o post parece que já é tarde mas mesmo assim não vou deixar de opinar…

Brancos
Private selection
Redoma Res. (2006 ou 2007? Pelo que já li parece que o 2007 está bem acima do 2006)
Conceito

Tintos:
Clos Mogador
Cortes de cima
Two hands
Mouchão

Sobremesa
Krohn colheita (não retirem este da lista!)

Vintage/Puro:
Niepoort Vintage

Para quem nunca bebeu nenhum dos tintos por aqui já falados, e só lhes conhece a fama é quase impossível fazer escolhas mas… ainda estou a pensar num grande Douro, no Vale Meão! E no Ruinart…!

Com toda esta bebida acho que nem me conseguia levantar da cadeira…!

Abraço,

Bernardo

6:13 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Manhã, tarde e noite profícuas aqui no nosso blog !!!!
Amigo Chalana comecei com um Monte Cristo nª 5 em 90 /91 e fui ficando cliente. Bemvindo ao mundo dos Puros !
Parece que sim, que vamos ter um jantar com grandes toiros em praça!
Este ano, o nosso Pai Natal vem com um barrete de campino, essa grande figura do Ribatejo.
Olé !

12:19 da manhã  
Blogger Presidente said...

Ponto de situação depois de Presidente, Vice, male,Mario,chalana e Bernardo Votarem:

Ruinart:1

Brancos:
Private selection: 6
Redoma:6
Conceito:4
Borgonha:1

Tintos:
Clos Mogador: 5
Cortes de cima:4
Two hands:4
Vale Meão:3
Mouchão:3
Montes Folly:1
D'aremberg:1
Abandonado:1

Sobremesa
Krohn colheita 1964:5

Vintage/Puro:
Niepoort Vintage 2005:4

10:24 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

que puro vao fumar no jantar de natal espero que seja a condizer com o nivel dos vinhos

10:37 da tarde  
Blogger PAULO SOUSA said...

Sr David Anónimo,o meu vai ser o Cuaba Salomon...

8:27 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Eu ainda não decidi acerca do charuto mas já sei que vai ser uma vitola das grandes! Estou indeciso entre :
H. UPMANN - MAGNUM 50
MONTE CRISTO - SUBLIMES
CUABA - PIRAMIDES
TRINIDAD

Vai ser um destes bichos ! Daqui até lá decidirei... como de alguns , só tenho um exemplar, se o fumar fica logo fora da corrida para mais um grandioso jantar de Natal do Puros & Vinhos.

3:22 da tarde  
Blogger Presidente said...

Ruinart:1

Brancos:
Private selection: 6
Redoma:6
Conceito:4


Tintos:
Clos Mogador: 5
Cortes de cima:4
Two hands:4
Vale Meão:3

Sobremesa
Krohn colheita 1964:5

Vintage/Puro:
Niepoort Vintage 2005:4

Este é o lote eleito.
Preço aproximado do Lote:752€
Dividir por 17: 44.24

12:44 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Peço desculpa mas não se tinha falado numa prova de 3 brancos e 3 tintos ? Vejo 4 no lote dos tintos ! Assim vai ser uma noite dura.... ;-)

10:12 da tarde  
Blogger Presidente said...

Como disse num post anterior o António Amaro, agora vou ytilizar o músculo conferido pelo meu nome.
As escolhas devidamente explicadas:

Ruinart Blac des Blancs - Ficou decidido á uns tempos a esta parte que no jantar de natal deveria haver no inicio um brinde com champagne, para comemorar o evento. A partir de agora nem vai a votos, jantar de natal irá sempre ter Ruinart Blanc des blancs.

Prova de 3 vinhos brancos portugueses, a chamada prova dos nove para o Private e Redoma com a nova coqueluche Conceito.

Prova de 4 tintos, estavam escolhidos dois vinhos estrangeiros e um alentejano, logo penso que deveria entrar outro vinho português para rivalizar com os 2 estrangeiros escolhidos.

Não irei comprar, nem o vinho de sobremesa nem o vintage. Pois está mais que provado que quando se chega á altura da prova destes dois vinhos a maior parte não está com atenção ao que está a beber. Não escrevendo as notas das mesmas nos blocos colocados á disposição.

Se na altura alguém quiser oferecer ao grupo um destes vinhos serão muito bem recebidos.
Já me esquecia o Sr Rogério e o Sr. Bernardo como novos membros dos Puros & Vinhos deveriam oferecer uma garraf cada um para esta prova, como aconteceu em jantares anteriores com os outros novos membros.

Antigos membros de acordo???

11:54 da manhã  
Blogger Chalana said...

Assinado!!!

Quero deixar apenas o meu desagrado por se deixar cair o vinho de "sobremesa"...são combinações tão perfeitas q pelo menos um deles deveria ir à praça.

Ás vezes nem aos tintos se dá atenção...

12:11 da tarde  
Blogger Presidente said...

Malta surgiu agora a possibilidade de adquirir 2 garrafas de Robustos 2004, o novo vinho de top de Dirck Niepoort.
Se V.exas preferirem eu posso trocar o Vale Meão por este, e beberiamos dois tintos nacionais do mesmo ano e dois estrangeiros do mesmo ano.

O que pensam? respondam até segunda feira. O preço é exactamente igual.

3:04 da tarde  
Blogger Presidente said...

Quanto ao charuto David Anónimo estou a pensar fumar um Ramon Allones Gigante, um doble corona que obteve a nota de 94 Pts da cigar aficcionado em Julho deste ano.

3:07 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Tantas situações e tão pouco tempo.... !
Se temos um confronto a pares no vinho tinto, OK !
OK, igualmente para a troca dos vinhos tintos mas a maioria que se manifeste.
Concordo com o Chalana e pelo menos um dos Portos temos que ter! Faço questão porque me cai muito bem com o PURO.
Acho muito bem que se mantenha a tradição dos novatos "entrarem" com uma garrafa para o bem comum. Lembro-me que fui taxado com uma garrafa de Redoma Branco.... e que belo vinho !
Já tinha falado por alto e confirmo aqui perante todos que ofereço uma garrafa de RUINART BLANC DES BLANCS para brindarmos todos em amizade.
E acho que está tudo....isto anda aqui um trafego muito intenso de comunicação no nosso blog, lá isso anda !

3:39 da tarde  
Blogger PAULO SOUSA said...

Directamente da Quinta da Seta, Portugal...

é realmente dificil estar actualizado neste blog,mas voto pela troca Vale Meão/Robustus,porque nunca o bebi,porque foi um dos vinhos do ano para o Martins e rezando para que não seja mais um jogada de Marketing,do Nieeport.

3:55 da tarde  
Blogger Presidente said...

Mário obrigado pela oferta, mas acabei de comprar uma magnum.
Fica para o próximo jantar, eu não me esqueço

4:04 da tarde  
Blogger Presidente said...

Hoje não consigo estar quieto. Acabei de comprar 2 garrafas de Robustus 2004 e 2 de Moscatel também uma novidade do dirk para a sobremesa.

Neste momento comprados estão os seguintes vinhos:
Ruinart
Private (Bernardo)
Robustus
Moscatel

4:36 da tarde  
Blogger Mario Joao said...

Presidente está-se a deixar influenciar ???? O Nieeport patrocina o nosso jantar de Natal ?
É que estavam escolhidos e votados dois Portos e passamos desses para o Moscatel do Dirk ??? Mudança brusca, esta! Mas se o Nieeport oferece...
Creio que utiliza o musculo fora de tempo .... ;-)

4:45 da tarde  
Blogger Presidente said...

Nada disso Mário a única diferença é que poupa-se 40 €, e em principio não se perde qualidade. É um moscatel do ano 2000 do Douro.

Mas se não estiverem de acordo eu fico com elas.

4:50 da tarde  
Blogger Presidente said...

Este comentário foi removido pelo autor.

4:50 da tarde  
Blogger Chalana said...

Tb voto na troca, pelo q se ouve o Robustus é um vinhão..

Fico contente por termos então um Moscatel no final.

Já temos restaurante definido?

5:23 da tarde  
Anonymous Bernardo said...

Boa noite,

Quanto ao Robustus, já no jantar do 5º Aniversário do Clube tinha sido a minha sugestão, por isso voto claramente na troca.

Quanto ao vinho para a sobremesa confesso que estava muito entusiasmado com o branco Colheita mas se não poder ser fica para uma próxima oportunidade.

Abraço,

Bernardo

10:11 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

<