Puros & Vinhos

segunda-feira, maio 11, 2009

Um dos melhores tintos de 2009 até agora...


Almoço de sexta-feira "at home".

"Chanfana da mãe", cozinhada a preceito em recipiente de barro negro e cozedura em forno de lenha.

O único senão é que tendo sido congelada, já tinha perdido alguma exuberância aromática, dos seus principais ingredientes. O louro, alho pimenta e o próprio vinho da cozedura estavam bastante amacidos, pelo tempo e processos de congelação.e descongelação.

Ainda assim não se pretendia uma comezaina, até porque o confrade Rogério tinha um cliente às 16.00h.

A tradicional batata cozida e uma salada verde de multiplas e amargas verduras, alfaces roxa e verde, rucola selvagem em dose extra, folha de ervilha, e mencionava o pacote algumas outras folhas, que contudo não se detectavam com facilidade.

Para acompanhar, um tinto, o Private Selection Tinto 2004, da Herdade do Esporão, com os seus 14,5ºC. Provei-o antecipadamente e como estava quente o seu teor alcoólico estava algo exuberante.

Iniciadas as hostilidades, já com o vinho a uma temperatura mais correcta, as primeiras impressões demonstraram um vinho muito equilibrado com a fruta omnipresente e a madeira correctíssima a equilibrar o conjunto. Em boca corpo médio com taninos presentes mas muito elegantes, frutos vermelhos e compota dos mesmos de muito boa qualidade mas bastante directo, sem um elevado grau de complexidade.

Mantido no frio e já com alguma oxigenação, continuou a proporcionar um enorme prazer. O contacto com o ar exuberou ainda mais o equilibrio entre a boa fruta e a madeira, sem contudo demonstrar maior complexidade.

Em prova cega eu diria tratar-se de um vinho ao estilo Australiano, de boa qualidade.

A minha classificação foram 17.75 valores sobretudo pela elegância, equilibrio e a suavidade de um bom vinho alentejano. Para mim é um vinho que estará numa altura ideal de degustação, porventura mais 2 a 3 anos em garrafa, eu não o deixaria mais.

O pouco que falta para os 18 valores, perde-se no ligeiro desiquilibrio que ostenta assim que a temperatura de prova sobe um pouco, sentem-se os seus 14,5º, que seriam mais bem suportados, com um pouco mais de corpo e maior complexidade.

Quanto à "maridagem" eu diria que foi aceitável, não sendo deslumbrante.

Creio que este prato sobretudo quando acabado de confeccionar, necessita de um oponente mais aguerrido, talvez um bairrada com taninos poderosos, embora eu prefira um Dão daqueles um pouco mais austeros, em que se sintam os seus taninos perfumados pelos aromas florais de uma boa touriga nacional.

Contudo, quando o confrade Bernardo fizer mais destas compras pode contar com mais 2 garrafitas para mim, isto claro com "semelhantes condições comerciais"...

Abraços e até amanhã ao jantar onde concerteza, vou beber o meu melhor tinto de 2009, até à data...

António Amaro

5 Comments:

Anonymous Joel Carvalho (MC`s) said...

Nada como um bom Esporão, mas amigo, com uma chanfana desta é para esquecer o vinho e venha o prato (risos).

Abraços aqui do Joel (Manos Carvalho)

11:14 da manhã  
Blogger PAULO SOUSA said...

Boa noite,

Chanfana não é o meu prato favorito,antes pelo contrário,não nutro grande simpatia pelo mesmo mas,vou fazer dois "esforços",provar quando tiver oportunidade novamente a chanfana, que ao que parece proporcionou grandes momentos gastronómicos aos meus amigos, e estava congelada,o outro é provar o Private...

10:08 da tarde  
Blogger Pedro Sousa P.T. said...

Já tive o prazer de beber este vinho, e comer este prato. Pena é não os ter juntado num só, faziam o casamento prefeito.
Sim senhor, um grande tinto. Um dos melhores que bebi até hoje.

Abraço.

11:27 da tarde  
Anonymous Wine Vinhos said...

Realmente o Private Selection 2004 é um vinho tinto maravilhoso! Conhece a wine.com.br? Temos vinhos com ótimos preços. Caso se interesse dê uma olhada nesse vinho em nossa loja, está com um bom preço!

4:37 da tarde  
Blogger PAULO SOUSA said...

Existe tambem uma loja de vinhos na Roménia ,que tem preços de vinhos Canadianos que são uma belezura...Francamente...estamos em Portugal e O Private é um vinho Portugês...Dá para entender?

10:59 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

<