Puros & Vinhos

terça-feira, julho 28, 2009

Periodo Pré-Férias

Estamos quase a ir a banhos, e aproveitámos um fim de semana para aquecer os motores. Fomos para uma aldeia chamada Coelhal, dificilmente alguém ouviu falar desta aldeia que fica situada em plena Serra da lousã, numa suave encosta virada a Sul. Em redor podem-se vislumbrar vistas magníficas da serra da Lousã, do Açor e serra da Estrela, num amaranhado de contornos montanhosos, que se confundem entre si.Cada uma reclama o estatuto de “mais bela”, todavia, a olho nu, ser-nos-á difícil fazer eleição. Temos uma vista por excelência, tal o encanto paisagístico. A cerca de 28 Km existe a, não menos bela, albufeira da Barragem do Cabril.

E aproveitamos para beber alguns nectares a acompanhar uma belo Leitão feito no Coelhal. aqui ficam breves notas dos vinhos provados:

Adega de Vila Real Grande Reserva 2007 Br(Douro; Preço:7,90€) – Este vinho foi considerado o melhor vinho branco do concurso de Bruxelas, atenção não é medalha de ouro é MELHOR VINHO BRANCO DO CONCURSO. E não é que o vinho é realmente surpreendente, feito de Viosinho, Malvasia Fina e Fernão Pires, apresenta-se com uma cor amarelo algo carregado, aroma a fruta em calda pêssego, ananáz e algum marmelo. Na boca tem um ataque guloso e equilibrado sem arestas, privilegiando a qualidade da fruta, onde volta a realçar o pêssego Final persistente e guloso. Nota:17,50

Soalheiro Alvarinho Reserva 2007 Br(Minho) - Nariz fresco e denso nos aromas a fruta, a lembrar alperce. A envolvência vegetal, de relva fresca cortada e espargos, e a componente mineral dão-lhe um toque equilibrado. Na boca a acidez comanda a estrutura, dando vivacidade e um comprimento longo, cheio, ao mesmo tempo leve e fresco. A persistência de sabores é vegetal e mineral. Um branco amplo, delicado, saboroso. Nota:17

Mistério Chardonnay 2007 Br (Argentina) – Apresenta-se com uma cor amarelo desmaiado, aroma muito mineral onde surge uma delicada fruta citrina. Na boca mostra-se fresco e vivo, com um final médio. Nota: 15,50



Predicador 2007 Br (Rioja/ Espanha; Preço: 16€) – Feito de garnacha Branca, Malvasia e Viura, e elaborado pelo reconhecido produtor espanhol Benjamín Romeo. Apresenta-se com uma cor amarelo carregado, aroma a fruta muito madura onde sobressai o marmelo, na boca mostra-se muito meloso quase enjoativo, faltando alguma frescura, final de boca é longo mas algo desequilibrado com o álcool a sobrepor-se á fruta. Nota:15

Herdade dos Grous Reserva 2007 (Alentejo) - Está algo pesado no nariz, nota-se o mel, muitos apontamentos da barrica. Mostra ainda um carácter vegetal meio tímido que poderia recordar ervas aromáticas frescas. Boca bem mais interessante que o nariz, com uma entrada calma e rechonchuda e um final intenso e muito vivo, contudo algo pesado. Nota: 16

Viña Sastre Tinto Crianza 2006 (Ribera del Duero/Espanha; Preço 17€) O irmão mais novo do PESUS apresentou-se numa cor granada carregada, no aroma sobressai o fruto preto muito apetecível a adivinhar um bom acasalamento com a comida. A prova de boca segue as pisadas do aroma, com fruto preto e fresco, boa acidez. Final longo e guloso não se sentindo o peso dos seus 15º. Se o irmão mais novo é assim, faço ideia como será o irmão mais velho).Nota: 16,50

Kompassus Private Selection Baga 2005 (Bairrada; preço:35€) – Escuro muito escuro, aroma a fruta vermelha e algum pimento. Na boca é um super vinho se estivéssemos a falar de heróis da Marvel, identificaria este vinho com o Coisa dos quatro fantásticos, entra forte e ao mesmo tempo é equilibrado mostrando um ar sentimental. Tem boa fruta e uma acidez assertiva que lhe confere uma frescura inusitada. A idade vai conferir-lhe ainda maior complexidade. Um final enorme deste grande vinho de uma casta tão maltratada como a Baga. Nota:17,50

2 Comments:

Anonymous Antonio Amaro said...

Boa tarde

Parece que os ares do Coelhal mudam aa cabeças, ou então são os artigos de opinião e menções honrosas da imprensa...
Um vinho da bairrada com 17,5 val.
estou mesmo surpreendido...
E gosto sobretudo da ultima frase, "...final enorme deste vinho de uma casta tão maltratada..."
TEMPOS DE MUDANÇA!!!

Quanto à prova de quinta-feira, não poderei estar, com muita pena, mas de manhã estarei já a rumar a Sul.

Boas provas e boas férias a todos.

12:35 da tarde  
Blogger Chalana said...

Boas,

O "nosso" blog andava mm a precisar de news...

Caro Mále é de casta Baga mas com direito a apenas 1.500 garrafas, ou seja é a "Baga da Baga" :)

Bela foto....o Xor Lemos parece um jogador de polo.

Um abraço e até quinta.

Boa sorte p os Lagartos.

12:51 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

<